Se você for corredor ou ciclista, precisa conferir esses apps

Estou aqui hoje para recomendar dois apps para você organizar, de uma vez por todas, o seu histórico de atividades físicas e tirar ainda mais proveito do seu Apple Watch para a prática de atividades físicas, principalmente corrida e ciclismo.

Se você corre/pedala/nada já há alguns anos, certamente já experimentou usar um Polar ou um TomTom, depois passou para um relógio GPS da Garmin, depois experimentou correr com um app do seu smartphone, como o Runkeeper, depois resolveu experimentar o Runtastic, ou o Endomondo, ou o MapMyRun… e, talvez, atualmente partilhe suas atividades no Strava com seu grupo de amigos. E certamente você deve ter muita estima pelo seu histórico de corridas/provas, seja para acompanhar o seu progresso nos treinos, seja para manter o registro da sua primeira São Silvestre, ou ainda daquela meia-maratona de corrida de montanha que seu amigo lhe convenceu a ir.

É muito provável que seu histórico tenha ficado distribuído entres várias dessas plataformas. Algumas, como o Strava e a Garmin, permitem exportar facilmente todo o seu histórico nos formatos GPX ou TCX (que contém os dados do percurso, tempos, batimentos cardíacos, etc.). Mas o Runtastic, por exemplo, faz essa tarefa ser desnecessariamente difícil, exigindo que você instale um programa no seu computador para conseguir exportar em massa suas várias atividades.

Felizmente, existe uma solução boa e prática para conseguir gerir todo seu histórico de atividades em um único lugar. Trata-se do app RunGap. A interface dele não é das mais bonitas, mas é muito funcional!


Ícone do app RunGap - Workout Data Manager

Veja o que você pode fazer com ele:

  • Importar seu histórico: ele conecta-se a várias plataformas de registro de atividades e permite baixar seu histórico inteiro, inclusive do app Saúde, acessando as atividades feitas com Apple Watch;
  • Ver as informações das atividades individualmente ou seu progresso no tempo (vire o app na horizontal), e aqui ele pode servir como uma plataforma para centralizar suas atividades vindas de diversas plataformas;
  • Gerir seus equipamentos (gears), tênis ou bicicletas, e acompanhar seu uso;
  • Acompanhar seu desempenho em alguns trechos de percursos (tracks) específicos;
  • Acompanhar as atividades partilhadas pelos seus amigos (Friend Feed) em um só lugar, pois ele consegue importar as atividades partilhadas nas diferentes plataformas (comigo não funciona para o Strava, mas funciona para o Runtastic);
  • Exportar suas atividades para qualquer uma das plataformas conectadas, individualmente ou em massa. Aqui, entretanto, tem um porém. Para você poder fazer isso, tem que comprar uma “Swag Bag”, que é uma compra interna de uma assinatura de três meses do serviço. Claro, tem sempre alguns detalhes que não ficam perfeitos nessa migração, como por exemplo as informações de condição climática, mas o essencial vai sem falhas.

Organize seu histórico

A principal vantagem do app é facilitar a migração e a organização do seu histórico na plataforma que você preferir. O próprio RunGap pode servir de plataforma, mas sua interface é muito limitada para analisar as atividades.

Então, escolha sua plataforma de preferência, na qual pretende centralizar seu histórico, e use o RunGap para exportar todas duas atividades para lá (ou apenas as que sejam mais importantes para você). Minha sugestão aqui é que você escolha uma plataforma que permita facilmente exportar seu histórico, como o Strava por exemplo, caso um dia você queira migrar novamente. Ou então, exporte como um backup para o Dropbox.

RunGap num iPhone X

Para isso, vai precisar de comprar a “Swag Bag” pelo menos uma vez, e poderá exportar suas atividades durante três meses.

Partilhe suas atividades do Apple Watch

Como podemos ver nas novidades do watchOS 5, a Apple tem trabalhado em tornar o Apple Watch cada vez mais poderoso para a prática de atividades físicas. O novo alerta de ritmo (pace), por exemplo, é um recurso que ainda não está presente em alguns dos apps de terceiros mais famosos. Claro que ainda há mais recursos interessantes para serem implementados, como programação de treinos intervalados, por exemplo, mas com o tempo o app Atividades vai ficando mais atrativo.

watchOS 5

Aqui, o RunGap também é de grande ajuda. Se você já usa, ou pretende usar, o app nativo do Apple Watch para suas atividades, com o RunGap pode exportá-las para outras plataformas, assim mantém seu histórico organizado e ainda aproveita os recursos de partilha social das outras plataformas.

Entretanto, mais uma vez terá que manter a assinatura do RunGap enquanto quiser fazer isso, renovando-a a cada três meses. Se não quiser ter que assinar, há um outro app que permite exportar do app Saúde para algumas plataformas (não tantas como o RunGap): o HealthFit. No longo prazo, fica mais barato comprar este app para exportar suas atividades do Saúde, mas ele não serve para fazer migrações em massa nem ajudar a organizar seu histórico.

Recentemente eu descobri uma plataforma na web com interface utilizável, gratuita, com muitas métricas avançadas e que não está ligada a nenhum serviço/app específico; chama-se Runalyze. Tenho centralizado minhas atividades lá e estou gostando — dá para exportar/importar o histórico em massa, também. O RunGap ainda não partilha diretamente para ela, mas pode exportar a atividade para o Dropbox, por exemplo, e depois carregar diretamente no Runalyze. O HealthFit, entretanto, já consegue exportar diretamente para o Runalyze. Dê uma conferida!

Como funciona para migrar o histórico

Se você decidiu usar o RunGap para organizar seu histórico, recomendo tomar alguns cuidados antes. Primeiro, compre a “Swag Bag” pelo menu lateral, para habilitar as exportações. Depois, você deve organizar seu histórico dentro do RunGap para só então exportar para a plataforma de destino, conforme descreverei abaixo.

Vamos considerar o seguinte cenário: no seu app Saúde você tem atividades que registrou com o Runkeeper em 2016, com o Runtastic em 2017 e com o Apple Watch em 2018, mas também gostaria de migrar seu histórico do Runkeeper de 2013 e do Runtastic de 2014, quando ainda não existia no Apple Watch e nem o Saúde.

Nesse caso, você deve primeiramente migrar as atividades entres as plataformas de terceiros (do Runkeeper e Runtastic para o Strava, por exemplo). E aqui estou presumindo que não haja nenhuma atividade idêntica em uma plataforma e outra.

Caso suas atividades já estejam todas organizadas no Saúde, ou você só queira migrar coisas do seu histórico mais recente, pule o 1º e o 3º passos.

Eis o que deve fazer para a migração:

  1. Pelo menu lateral, vá até Accounts & Settings e adicione a conta do Runkeeper e a do Runtastic. Ele vai perguntar se você quer importar as atividades, confirme que SIM clicando em “Update”.
  2. Pelo menu lateral, vá até Accounts & Settings e adicione a conta do Strava. Ele vai perguntar se você quer importar as atividades, confirme que NÃO clicando em “Disable”.
  3. Vá até as atividades e puxe para baixo para garantir que todas atividades do Runkeeper e do Runtastic estejam sincronizadas. Aqui, você pode apagar alguma atividade que não queira exportar, e pode usar o filtro para encontrar essa atividade. Infelizmente, não há como fazer múltipla seleção. Após ter carregado seu histórico dos apps de terceiros no RunGap, pode passar para as atividades registradas com o Apple Watch.
  4. Pelo menu lateral, vá até Accounts & Settings e selecione Health, clique em Advanced Settings e marque “Use as a source”. Na área de Import Filtering, selecione Skip Activities Before e marque a data anterior à sua primeira atividade com o Apple Watch. Aqui, estou considerando que todas as atividades a partir de um determinado período foram feitas exclusivamente com o Apple Watch. Também é possível que você tenha misturado o uso de um app ou outro durante um tempo. Nesse caso, ou você apaga manualmente no RunGap, após ter feito a importação, cada uma das atividades que não são com o Apple Watch, ou, antes de importar, vá à área Sources do app Saúde e apague as atividades daquele app (calma que depois você pode usar o RunGap para colocar essas atividades novamente no Saúde).
  5. Volte à aba atividades e puxe para baixo para garantir que todas atividades do Runkeeper, do Runtastic e do Apple Watch estejam sincronizadas.
  6. Clique em Share & Export no menu lateral e escolha Strava (também é uma boa ideia exportar para o Dropbox, para ficar como backup).Se você precisou apagar os dados de algum app no Saúde para poder ter apenas as atividades registradas com o Apple Watch, pode usar o RunGap para adicionar essas atividades novamente.
  7. A única forma de “esvaziar” o RunGap é apagando o app, ou então terá que apagar cada uma das atividades individualmente. Apagando o app e o instalando novamente, ele fica sem histórico nenhum. Assim, você carregar nele somente as atividades do serviço específico que você precisa, no caso, o Runkeeper.
  8. Pelo menu lateral, vá até Accounts & Settings e selecione Health, clique em Advanced Settings e marque “Use as a destination”.
  9. Pelo menu lateral, vá até Accounts & Settings e adicione a conta do Runkeeper. Ele vai perguntar se você quer importar as atividades, confirme que SIM clicando em “Update”.
  10. Clique em Share & Export, no menu lateral, e escolha Health. Se você escolheu usar o Saúde como sua plataforma para centralizar seu histórico, basta alterar as Advanced Settings para usá-lo como destino e carregá-lo com seu histórico.

Pronto, assim você deve conseguir deixar seu histórico de atividades organizado na sua plataforma de preferência, seja ela na web, no Saúde da Apple, ou num backup no Dropbox.

Se tiverem alguma dúvida ou sugestão, deixe seu comentário aí embaixo! 😊

Post Original

Deixe uma resposta