4 Problemas Comuns de SEO Que E-Commerces Enfrentam

ecommerce seo problems

Quando falamos em e-commerce, criar um site é a parte fácil. O desafio é atrair consumidores até ele.

Quando websites ainda eram uma novidade, era preciso apenas criar seu site e registrar ele nos diretórios. Desde então, houveram algumas mudanças, com o marketing se tornando mais complexo.

A Internet tem bilhões de páginas. Na verdade, a indústria de e-commerce está crescendo, em média, cerca de 10% por ano.

pasted image 0 170

Assim, faz sentido que 63% dos profissionais de marketing concordem que o maior desafio é gerar tráfego e leads.

pasted image 0 171

Mesmo existindo inúmeras formas de alavancar seu tráfego online, campanhas de SEO e PPC são duas das melhores estratégias usadas por profissionais de marketing.

Apesar de eu sempre recomendar a PPC quando ela se encaixa no contexto, os custos de apostar em métricas variáveis é muito alto, especialmente para e-commerces que acabaram de ser lançados.

O SEO, por outro lado, é ideal para todos os negócios, porque o tráfego orgânico de mecanismos de busca é praticamente gratuito.

Agora, dito isso, implementar SEO em um site de e-commerce é difícil, porque muitos sites são gerenciados por pessoas que não são profissionais de SEO.

Por sorte, eu fiz algumas pesquisas e descobri soluções para os quatro principais problemas de SEO enfrentados por profissionais.

Então, se você busca dicas eficientes para te ajudar a melhorar seu tráfego sem pagar ao Google ou o Bing, este artigo é perfeito para você.

Vamos começar!

Conteúdo de qualidade baixa

Quando você pensa em gerenciar uma loja online, eu tenho certeza de que a última coisa que se passa pela sua cabeça é criação de conteúdo. O ditado “o conteúdo é quem manda” se aplica apenas aos sites tradicionais, certo?

Bem, infelizmente, esse não é o caso. No passado, a maior parte dos SEOs conseguiam se dar bem com a estratégia de copiar-e-colar a descrição de cada produto do próprio fabricante.

Mas hoje em dia isso está muito longe de ser eficiente.

Desde que o Google lançou o algoritmo Panda, donos de sites precisam verificar se estão publicando material de qualidade.

Essencialmente, as páginas de cada item precisam ser mais do que simples páginas com uma foto e alguns comentários sobre o produto. Você também não pode apenas copiar e colar as descrições do fabricante.

Para melhorar seu ranking de SEO, é preciso ter descrições de produtos personalizadas.

Dito isso, há um limite de quanta informação sobre o produto é possível colocar na descrição. Afinal, você não deve escrever um livro para cada novo produto.

E, em alguns casos, como em sites maiores, é inviável otimizar milhares de descrições de produtos.

É aqui que conteúdo gerado por usuários pode ser usado para completar as lacunas e te ajudar a impulsionar vendas.

Amazon, por exemplo, disponibiliza avaliações de usuários, fotos e vídeos.

pasted image 0 167

Mas sites de e-commerce são mais do que apenas uma forma de oferecer produtos. Eles também oferecem a possibilidade de compartilhar conhecimento e agregar valor para os seus clientes atuais e potenciais.

Demand Metric descobriu que 91% dos profissionais de marketing B2B e 86% dos profissionais de marketing B2C usam marketing de conteúdo.

pasted image 0 173

Se você ainda não faz parte dessa maioria, está perdendo uma estratégia simples e eficiente de alavancar vendas.

Agora, você provavelmente está pensando, “Eu sou um vendedor oferecendo produtos. Por que a criação de conteúdo deveria ser importante para mim?”

Resumidamente, há diversos benefícios de se trabalhar com blog, principalmente quando falamos em criar conteúdo de formato longo.

Um dos principais motivos pelos quais blogs ajudam negócios é porque eles oferecem motivos para que as pessoas visitem seu site. Mesmo que elas não estejam pensando, ainda, em fazer uma compra.

Por exemplo, ao comprar algo como uma TV ou um computador, você provavelmente pesquisa um pouco sobre o assunto antes. Por que não construir uma relação de confiança com seus clientes ao escrever um guia do consumidor?

Nespresso tem um plano excelente para atrair consumidores até seu site com o Coffee Selector. Ele te guia através de um questionário para descobrir qual tipo de café é mais adequado para você.

Mesmo que você não esteja planejando comprar o café da Nespresso, ainda tem um motivo para visitar o site. E isso pode levar a uma conversão no futuro.

nespresso

Não tem certeza sobre o que escrever? Um truque que eu sempre uso é focar na resolução de problemas ou em responder dúvidas que meus leitores possam ter.

Negligenciar o SEO técnico

Você não pode negligenciar o lado técnico do problema de SEO só porque o conteúdo é quem manda. Até mesmo o melhor conteúdo não tem valor algum se o Google não indexar ele da forma correta.

Mesmo que os sites de e-commerce possuam mais partes móveis que um blog ou site padrão, os mesmos fundamentos de SEO se aplicam.

Dito isso, há algumas características únicas de sites de e-commerce que podem dificultar um pouco seu trabalho. Por sorte, as soluções para esses problemas de SEO não são tão complicadas.

Uso incorreto de links

Ao fazer compras em uma loja, não é frustrante se perder no meio de tantas prateleiras de produtos tentando encontrar um único item?

Assim como as lojas físicas, que precisam facilitar a busca de produtos em suas dependências, você precisa fazer com que seja fácil navegar em sua loja online.

Uma parte essencial dessa simplificação é alavancar informações através do seu site.

image7

O benefício disso é duplicado. Você poderá melhorar suas taxas de clique, além de facilitar o uso do seu site.

Dobre as tags do título

O princípio básico de qualquer estratégia de SEO é fazer com que você possua metadados de qualidade em seu site. Sites de e-commerce, especialmente, precisam ter títulos meta de qualidade para seus produtos.

Agora, haverá momentos em que as descrições de produtos irão se sobrepor. Por exemplo, ao vender produtos da mesma marca ou de uma similar.

Mas criar títulos únicos não precisa ser uma tarefa complicada. Você pode usar a fórmula de “marca-modelo” para seu título.

Isso significa montar seus títulos da seguinte forma: Marca – Modelo – Tipo de Item.

Exemplos disso são “Toyota Corolla Carro Compacto” ou “Dell Inspiron Computador Notebook”.

dell

Essa fórmula funciona tão bem porque a maior parte das pesquisas realizadas são frases, em vez de palavras-chave.

Superficialmente, isso pode parecer uma tarefa monótona, mas é muito importante se esforçar um pouco, já que suas taxas de clique têm efeito sobre os rankings de pesquisa.

Falta de URLs “explicativas”

Você já acessou um site e percebeu que o endereço mudou de Exemplo.com para algo como Exemplo.com/loja?006ID0CH4?pf_rd_m

Não é muito útil, certo? É exatamente isso que o Google pensa quando encontra páginas assim.

Agora, veja o exemplo abaixo.

image6

Como você pode ver, existe uma linguagem que não faz sentido, mas ela aparece no final do URL. O início e o meio do URL são mais claros.

No nicho do SEO, chamamos esses tipos de URLs de “URLs limpas”, porque são fáceis de ler e entender tanto por humanos quanto por mecanismos de busca.

Isso não apenas te dá mais uma oportunidade para adicionar palavras-chave ao seu site, como também aumenta a probabilidade de que seus visitantes compartilhem os URLs em redes sociais.

Também é importante compreender os parâmetros de URL, que ajudam os mecanismos de busca a analisar seu site de forma eficiente.

Os parâmetros incluem inúmeras informações sobre a sua página, como o número de vezes que usuários clicaram no link e onde cada um deles o encontrou.

Configurar parâmetros eficientes vai ajudar você e os mecanismos de busca a compreenderem melhor o seu site.

Demora para carregar

Estamos longe dos dias de Internet discada. No passado, era normal esperar alguns minutos para que cada página carregasse. Hoje, até mesmo alguns segundos de atraso podem levar ao abandono de carrinhos de compras.

Os abandonos de carrinhos de compras aumentam exponencialmente a cada 10 segundos em que a página demora para carregar.

pasted image 0 168

Para melhorar seu entendimento, o Shopify descobriu outras informações sobre a satisfação de clientes. Mais especificamente, como páginas que carregam lentamente podem levar a uma percepção negativa da marca.

pasted image 0 165

Apesar de não ser possível simplesmente clicar em um botão e acelerar o tempo de carregamento do seu site, existem algumas dicas que podem te ajudar a otimizar a velocidade do seu servidor.

Mas antes de falar sobre essas técnicas, é melhor fazer algumas comparações.

É possível fazer isso com a ferramenta do Google, PageSpeed Insights.

Como você vê abaixo, o Google não verifica apenas a sua velocidade, ele também oferece dicas sobre como otimizar o seu site.

pasted image 0 166

Em meu blog, a velocidade da página é mediana, enquanto a otimização foi avaliada como boa.

Claro, uma das melhores formas de manter seu site veloz é usando apenas os recursos essenciais em sua loja online.

Assim que você simplificar seu site e deixar ele apenas com as ferramentas essenciais, deve habilitar o cache do seu site.

Essencialmente, isso é quando o seu servidor armazena as instruções mais comuns para processá-las mais rapidamente.

Se você deseja saber mais sobre cache, a DigitalOcean tem um guia completo sobre o assunto.

Mesmo com o cache habilitado, eu recomendo usar uma rede de entrega de conteúdo (CDN) para lidar com imagens, vídeos e outras mídias se você tem um site relativamente grande de e-commerce.

Assim como o cache, CDNs são um tópico vasto, mas o conceito é simples. Em vez de ter servidores em uma única localização, você possuirá uma rede mundial de servidores para melhorar a velocidade em que seu site carrega.

Para aqueles que estão ainda construindo uma marca e um e-commerce novos ou têm os recursos, é recomendado tentar alavancar páginas mobile aceleradas quando possível.

A importância do SSL

Um dos últimos tópicos que vou comentar sobre o SEO técnico é a necessidade de habilitar o SSL em todo o seu site.

O Google prioriza a experiência do usuário. E parte disso envolve o uso dos melhores recursos de segurança.

Nos últimos anos, o Google tem dado cada vez mais ênfase ao SSL sobre o SEO. Na verdade, metade dos resultados na primeira página do Google são de sites com o SSL habilitado.

pasted image 0 164

No passado, certificados de SSL eram caros e difíceis de obter. Contudo, hoje eles são bastante comuns.

Praticamente todos os hosts da web podem instalar eles por você – incluindo sites específicos de e-commerce como o Shopify.

Dependendo da sua necessidade, você pode dar uma olhada no Let’s Encrypt para encontrar aqueles que ofereçam certificados de SSL gratuitos.

Não construir links da forma correta

Fazer com que as pessoas compartilhem links das páginas de produtos é bastante desafiador. Mesmo que muitas delas usem programas afiliados para link building, eles nem sempre são úteis.

Para construir links naturais, você precisa ter uma estratégia variada. Eu já falei sobre a importância de trabalhar com blog, mas essa não é sua única opção.

Use sites de avaliação

Um dos meus métodos preferidos de link building para e-commerce é o uso de sites e avaliação de usuários. Uma pesquisa da Yotpo realizada com 30,000 sites descobriu que avaliações de negócios têm um papel importante nas visualizações orgânicas de página.

pasted image 0 169

Já que estamos neste tópico, vale mencionar que há alguns outros benefícios no uso de sites de avaliações para o seu negócio.

Eles aumentam o tráfego do site, dão a ele autenticidade e fornecem um ótimo lugar para encontrar conteúdos e tópicos para o seu blog.

E não importa se você tem um negócio pequeno ou já bem estabelecido, obter mais avaliações não é difícil com as técnicas certas.

Use descontos

Se tem uma coisa que os usuários adoram, é um bom desconto em um produto ou serviço. Dê uma olhada em sites como Retail Me Not e você verá que as pessoas estão sempre buscando por ótimas ofertas.

Ao oferecer cupons e ofertas, você pode fazer com que outras pessoas que trabalham com blog compartilhem o link da sua página principal, além das páginas dos seus produtos. Mas não exagere.

Parcerias com influenciadores

Em uma era na qual millennials ignoram mensagens de grandes marcas, muitas empresas se voltam para o marketing de influenciadores como uma forma de impulsionar seus negócios.

O marketing de influenciadores pode ajudar a aumentar o tráfego através de links em redes sociais.

E mesmo que não se saiba quanta influência compartilhamentos sociais têm sobre os rankings, eles oferecem alguns benefícios que te trazem uma vantagem.

Links internos

Claro, enquanto links externos são ótimos para o seu site de e-commerce, você não pode esquecer a importância dos links internos.

Você deve usar links internos porque suas páginas de produtos e categorias estão cheias de palavras-chave valiosas.

Sem links internos, essas páginas provavelmente serão desperdiçadas quando falamos em desempenho de SEO.

A Amazon faz isso muito bem com a seção de “Clientes que compraram isso também compraram”:

pasted image 0 172

Falta de colaboração entre os times de SEO e SEM

Se você é como a maior parte dos donos de sites de e-commerce, provavelmente já realizou campanhas de PPC pelo menos uma vez.

E por um ótimo motivo. PPC, diferente do SEO, oferece mais controle aos proprietários de sites sobre seu tráfego. Ele também fornece resultados imediatos, enquanto o SEO demora mais.

Desde que o Google implementou seu recurso de pesquisa segura há algum tempo, os SEOs, em sua maioria, não conseguiram mais ver quais palavras-chave atraem o tráfego orgânico.

Cliques orgânicos, agora, são simplesmente rotulados como aqueles que têm sua origem no Google e não exibem mais a pesquisa. Em vez disso, ferramentas de Análise são identificadas como “não fornecidas”.

Mesmo que existam algumas formas de contornar esse problema, em sua maioria, essa mudança de algoritmo dificultou a pesquisa de palavras-chave sem recursos adicionais.

Agora, não faltam ferramentas para profissionais de SEO no mercado atual. Mas elas são úteis apenas até um certo ponto.

Mesmo os SEOs com mais experiência encontrarão palavras-chave que são praticamente impossíveis de adicionar ao ranking orgânico. Por exemplo, pode ser difícil obter uma posição no ranking pela marca de um concorrente.

A campanha PPC te ajuda a preencher essa lacuna ao fornecer resultados imediatos, onde o SEO pode demorar para trazer resultados eficientes.

Dito isso, o SEO pode trazer resultados exponenciais ao longo do tempo, enquanto o PPC induz tráfego de forma constante.

pasted image 0 163

Mesmo que combinar o SEO e o SEM possa demandar um pouco de trabalho no começo, ao longo do tempo, vai te trazer o melhor dos dois mundos.

Conclusão

Só porque sites de e-commerce têm diversas partes móveis isso não significa que otimizar seu site para SEO precisa ser difícil.

Enquanto o SEO costumava ser sobre práticas de enganar o sistema e encontrar brechas, hoje, ele é resumido a dois componentes:

Qualidade do conteúdo e facilidade de uso do site.

O Google espera que os proprietários de sites entretenham seus visitantes e clientes. É por isso que você precisa focar em agregar valor ao seu público-alvo.

De forma resumida, você deve escrever, primeiramente, para os usuários. E só então para os robôs.

Isso não quer dizer que as palavras-chave não sejam relevantes atualmente. Mas elas devem estar presentes no texto de forma natural.

O SEO de e-commerce envolve uma estratégia dupla. Você precisa focar tanto no lado técnico, quanto no lado prático da gerência do site.

No lado prático, é necessário focar em educar seu público através de materiais de qualidade que tragam informações e entretenimento.

E não se limite apenas ao uso de texto. Você também pode usar vídeos.

É certo que o link building ainda é uma parte essencial do SEO. Ao criar conteúdo que tem seu link compartilhado, você ganha uma vantagem sobre sua competição.

Sobre o lado técnico, lembre-se de que o Google enfatiza a facilidade de uso do site. Velocidade, links simples e metadados simples são essenciais.

E mesmo que tudo isso seja bom para o usuário (e para o seu site), o SEO tem seus limites.

Campanhas PPC ainda são uma forma essencial de obter resultados imediatos no mercado competitivo atual.

Enquanto ambos envolvem táticas contrárias, há algumas semelhanças. Pesquisa de palavras-chave.

Ao usar SEO de forma estratégica, você pode reduzir seus custos de PPC sobre palavras-chave de alto-valor.

Assim que dominar a arte de SEO e seu time de PPC estiver em concordância, você precisará focar em converter o tráfego que chega até o seu site.

Como você resolve os problemas de SEO no seu site de e-commerce?

Artigo Original

Deixe uma resposta